Preto e Branco: Passeando entre extremos.
31:Futebol: arte, ciência e histórias pra contar.

31:Futebol: arte, ciência e histórias pra contar.

May 25, 2021

Todo brasileiro, gostando ou não de futebol, em algum momento da sua vida teve contato com este esporte. Seja como torcedor apaixonado ou como vendedor de algum produto licenciado. Seja sofrendo com o trânsito em dias de jogo ou ouvindo os gritos dos vizinhos desesperados com um gol perdido.

Há quem diga que bom era o futebol do passado, que era pura arte. Outros dizem que bom é agora, cheio de técnica. Mas uma coisa não se pode negar: o futebol, assim como a maioria dos esportes, move multidões e gera muitas histórias.

Neste episódio nós convidamos o fisioterapeuta Antônio Ricardo, que atuou dentro e fora do Brasil, indo parar no Japão junto com Zico pra ajudar a treinar a seleção nipônica. 

Nosso objetivo inicial era entender a influência da ciência no esporte. E acabamos, além disso, ouvindo muitas histórias que passam pelo esporte, pela cultura, e que ajudam a entender um pouco melhor como se forma um verdadeiro time.

Dicas Culturais:

Antônio Ricardo - Livro Transformando Suor em Ouro - Bernardinho.

Julio Scarpati - Série Netflix - Arremesso Final 

Eduardo Gama - Série de animação na Netflix - Love, Death and Robots.

 

Site da clínica do Antônio Ricardo: equilibriocorporalclinica.com.br

Instagram do Ricardo: @antonioricardofisio

 

Lembrem-se de nos ajudar no projeto do nosso podcast no Catarse:

catarse.me/podcastpretoebranco

 

30: Fé x História: textos bíblicos e seus contextos.

30: Fé x História: textos bíblicos e seus contextos.

April 27, 2021

Quem nunca divergiu com um parente ou amigo sobre uma lembrança de uma história vivida juntos? Os dois têm certeza do que aconteceu, mas um tem versões diferentes daquela que o outro lembra. Isso acontece porque a nossa memória é falha.

Para melhorar os limites da nossa memória, criamos extensões cognitivas como os livros, que há milhares de anos têm tido um papel de destaque no compartilhamento de conhecimento e no desenvolvimento da sociedade.

Um dos Livros mais conhecidos no ocidente é a Bíblia. Ali, segundo algumas das religiões que o têm como livro sagrado, está descrita a verdade de Deus. É um livro que em parte, foi escrito a partir das memórias dos apóstolos de Jesus.

Mas se um livro é uma extensão da memória, que sabemos que falha e nos obriga a consultar fotos e outras pessoas para confirmar as nossas lembranças, será que isso não deveria ser feito também com os próprios livros? E mais ainda com aqueles livros que são resultado das memórias de seus autores?

Para debater esse tema recebemos o historiador e arqueólogo André Chevitarese. Ele responde com tanto domínio sobre cada pergunta feita, que em suas respostas deixa em aberto assuntos para mais alguns podcasts. Já foi convidado e já aceitou.

Esperamos que gostem deste episódio e lembrem de deixar comentários no final.

Dicas culturais::

Andre Chevitarese: The Family - Democracia ameaçada - NETFLIX

Eduardo Gama:  Festival Internacional de Cinema Fantástico - https://cinefantasy.com.br/

Julio Scarpati: O Método Kominsky - NETFLIX

 

Lembrem-se de nos apoiar no Catarse.

https://www.catarse.me/podcastpretoebranco

 

 

29: A maior Fake News é alguém dizer que é imune a Fake News.

29: A maior Fake News é alguém dizer que é imune a Fake News.

April 1, 2021

Fala, galerinha! Estamos de volta.

E agora podemos contar o absurdo o que aconteceu:

Ficamos 2 meses e meio parados porque os temas do nosso podcast chamaram atenção de uma agência reguladora, que ameaçou nos tirar do ar caso a gente não apagasse alguns episódios e começasse a seguir uma pauta estipulada por eles. Nós dissemos que isso era censura e tentamos entrar judicialmente contra ela. Mas a agência era "fantasma" e falou que nos derrubaria da internet usando robôs e perfis falsos para denunciar a gente, até que os próprios aplicativos de podcasts tirassem a gente do ar. Absurdo isso, né?!

Sim, é. E não é verdade mas (infelizmente) atualmente não é de se duvidar que pudesse ter realmente acontecido.

Bem vindo ao episódio 29. Fake News.

Hoje batemos um papo sobre algumas origens, formas e objetivos das Fake News. E também buscamos falar das razões pelas quais TODOS NÓS temos uma tendência a aderir às notícias falsas que "conversam" mais com a gente, que mais "nos agradam". No final buscamos dar dicas de como checar notícias, tanto consigo mesmo, quanto usando ferramentas disponíveis na internet, e principalmente dar razões pra você fazer isso.

Se você ao ler o início deste texto começou a sentir alguma emoção, seja ela qual for, e a acreditar no que estava lendo, este episódio é pra você.

 

Referência:

TEDx Carlos Pedi - 3 Perguntas Contra Fake News.

 

Dicas culturais:

Eduardo Gama: Canal do Youtube Tempero Drag - Rita Von Hunty

Julio Scarpati: Guerras do Brasil.doc - Netflix

 

Nos sigam nas redes: Podcast Preto e Branco.

Nos apoiem no catarse. 

Papo de Final de Temporada!

Papo de Final de Temporada!

January 15, 2021

Chegamos ao final da temporada. Quando começamos não tínhamos ideia de até onde iríamos. Ou quem estaria conosco ao longo do caminho. Nem sabíamos o quanto poderíamos aprender.

Neste vigésimo nono episódio retomamos, eu e Julio, o princípio do nosso podcast: bater papo do jeito que a gente gosta. Livre. Leve. Solto.

Resgatamos na conversa o quanto conseguimos produzir, refletimos sobre questões do nosso dia a dia quem nem dizem respeito diretamente ao podcast, mas que dando uma olhada melhor dizem respeito a ele também. E nos sentimos gratos por todos que tem percorrido esta caminhada conosco.

Vamos dar uma parada e retomamos as gravações no mês de fevereiro. Cheios de energia, de ânimo, e certos de que tem muita gente boa ao nosso lado ajudando a fazer com que este projeto se torne mais e mais relevante na contribuição para uma sociedade com pensamento mais crítico, questionador e propositivo.

Esperamos que gostem deste episódio e lembrem de deixar comentários no final.

Feliz 2021!!

 

 

28:Vacinar é fundamental!! Dá pra negar?

28:Vacinar é fundamental!! Dá pra negar?

December 28, 2020

Neste episódio conversamos com a pesquisadora da Fiocruz, Tatiana Galvão. Além de pesquisadora, Tatiana é divulgadora científica e uma apaixonada pela ciência e suas possibilidades.

Vem acompanhar a conversa e no final, responda pra si mesmo a seguinte pergunta: temos outra alternativa onde depositar nossas fichas no processo de compreender o mundo, conhecer seus problemas, diagnosticar as dificuldades e propor soluções, que não seja a ciência ou  que seja algo muito distante dela?

27: De médico e louco todo mundo tem um pouco. Ou deveria ter.

27: De médico e louco todo mundo tem um pouco. Ou deveria ter.

December 7, 2020

Durante a gravação deste episódio falamos sobre medicina psiquiátrica e construção social, numa perspectiva de promoção de saúde e bem estar coletivo. Um desafio hercúleo em tempos de pandemia e violência urbana e institucional cotidiana e normalizada. De dentro desse ambiente é mais trabalhoso delimitar conceitos de saúde e doença ou sanidade e loucura. Mas, acreditando que é possível e mais ainda necessário, fomos em frente na conversa que passou por muitos lugares.

E a pergunta que mais nos acompanhou foi a seguinte: as ciências, e mais especificamente neste episódio, a medicina, tem alguma responsabilidade na criação e/ou manutenção das estruturas sociais que são evidentemente tão desiguais?

Uma pergunta fundamentada na clara distância social entre quem atende, a classe médica, e a maioria da população, a classe baixa que é atendida.

Usamos a palavra classe com certo desconforto, mas sabendo que em muitos casos a palavra certa, porem ainda mais desconfortante, deveria ser castas.

Quando olhamos para o serviço público de medicina, enxergamos um evidente contraste socioeconômico e cultural. Que muitas vezes se reflete num atendimento distanciado pela insistente falta de entendimento do corpo médico sobre o que é a vida daqueles que são atendidos. E, por isso, de seus verdadeiros males.

Essa distância muitas vezes se faz tão grande, que a medicina, formação que tem como cerimônia final o juramento de Hipócrates, parece não ser grande o suficiente para superar.

Assim, a pergunta então que nos acompanhou acabou sem uma resposta clara, mas abriu muitas outras perguntas, como por exemplo: Será que existe alguma profissão ou área do conhecimento que não tenha responsabilidade pela criação e/ou manutenção dessas estruturas sociais tão desiguais?

Pra falar sobre esse tema, que talvez devesse ser o único tema até que estas questões estejam compreendidas e resolvidas, convidamos o Médico Psiquiatra e Ator, Vitor Pordeus. Ele fala de sua vida e de uma vivência que já passou por muitas outras vidas. E desse lugar ele fala tudo que vê, viu, e principalmente gostaria de ver num futuro que insiste em não chegar. Este futuro certamente só vira se mais pessoas como Vítor falarem e fizerem tudo sobre estas questões o tempo todo até que não seja necessário falar ou fazer mais nada.

Aproveitem o episódio.

Nas redes sociais você encontra nosso convidado no instagram: @vitorpord

Facebook: https://www.facebook.com/vitor.pordeus

 

Nosso Podcast:

@podcastpretoebranco no Instagram.

Canal e página Podcast Preto e Branco no Youtube e no Facebook.

Lembrem-se da nossa campanha de crowdfunding no Catarse. Contamos com você.

catarse.me/podcastpretoebranco

 

26: 20 de Novembro. 1 dia x 500 anos.

26: 20 de Novembro. 1 dia x 500 anos.

November 23, 2020

Mais uma conversa sobre racismo, desta vez aproveitando o Dia Nacional da Consciência Negra. A Psicóloga Silvana Aquino é nossa convidada.
Bom episódio.

25: Voto branco, nulo e útil também são ideológicos? Eleições 2020

25: Voto branco, nulo e útil também são ideológicos? Eleições 2020

November 16, 2020

No dia 15 de novembro passado ocorreram em todo o Brasil eleições municipais para prefeitos e vereadores. Prestando um pouco de atenção nas funções dos representantes que elegemos neste pleito municipal dá pra concluir que as eleições municipais são, talvez, as que influenciam mais direta e imediatamente nossas vidas.

Vivemos em nossas cidades, frequentamos nossas praças e espaços de lazer comuns, caminhamos por nossas calçadas, transitamos em nossas ruas e interagimos com outros cidadãos como nós, cheios de mútiplos anseios e demandas, talvez muito diferentes dos nossos, e com os quais compartilhamos este espaço que frequentamos todos os dias. Assim, escolher o prefeito, mandatário sob o qual recai a grande responsabilidade de implementar soluções coletivas e justas nas áreas de educação, transporte, saúde, limpeza, segurança entre outras, ainda que muitas tenham responsabilidades compartilhadas com outras instâncias governamentais, é mais que um gesto de cidadania. É também escolher valores, diretrizes e projetos que dialoguem com o modelo de sociedade que acreditamos ser o mais benéfico para todos.

E escolher os vereadores, os legisladores municipais, e que também ajudam a fiscalizar as ações do executivo municipal para que correspondam aos critérios de legalidade e justiça previstos em sua função, não é tarefa menos importante.

Neste episódio trazemos de volta Adriano Bidão, que esteve conosco no episódio 03, e Faber Paganoto, com quem conversamos no episódio 06. Eles nos ajudam a refletir sobre questões ligadas às votações e à política em geral. Discutimos ideologias por trás dos votos brancos e nulos, falamos sobre o conceito de voto nulo e como este pode ser estratégico nas escolhas que surgem das urnas, e abordamos outras questões que nos ajudam a entender o momento político que estamos vivendo e como podemos aproveitar o nosso direito de votar para aproximar da realidade a existência de cidades que queremos para nós e todos os que conosco convivem.

Aproveitem o episódio.

 

Nosso Podcast:

@podcastpretoebranco no Instagram.

Canal e página Podcast Preto e Branco no Youtube e no Facebook.

Lembrem-se da nossa campanha de crowdfunding no Catarse. Contamos com você.

catarse.me/podcastpretoebranco

24: Sobre Meritocracia…Qualidade de vida é pra poucos que “merecem”?

24: Sobre Meritocracia…Qualidade de vida é pra poucos que “merecem”?

November 3, 2020

Você acredita que seja natural que algumas poucas pessoas tenham mais posses do que podem contabilizar num mesmo mundo onde a maior parte das pessoas mal tem uma refeição por dia? 

Esta pergunta tem a intenção de nos convidar a observar as diferenças sociais que existem ao nosso redor e, principalmente, a forma como nós lidamos com essas diferenças. O conceito de meritocracia, tem como premissa que quem acumula muita riqueza é porque merece. Logo, o outro lado dessa moeda é que quem não tem nada é porque não merece ter. Ou pior: é por que merece não ter. 

Essas palavras, merecimento e meritocracia, podem ter significados estimulantes num espectro individual. Elas nos colocam em movimento. Mas assim como qualquer outra palavra, tem seus significados disputados por diferentes narrativas. E quando palavras se tornam uma política de estado, elas podem definir relações sociais e mascarar interesses.

Segundo alguns pensadores e filósofos vivemos um momento único na história da humanidade, que eles chamam de "dobradiça da história". Pois acreditam que podemos dar uma virada em direção a um futuro que varia entre a aniquilação ou a prosperidade da nossa espécie, e até do planeta.

Parece fácil escolher: quem vai querer a aniquilação do futuro e dos recursos naturais? E por incrível que pareça, a solução pode estar na mudança do nosso discurso sobre nós mesmos.

Pra nos ajudar a refletir sobre este tema, convidamos a Silvana Cotrim. Uma mulher que enfrentou muitos desafios na sua própria vida para conquistar um espaço digno na sociedade, e diferentemente de muitas histórias que ouvimos na mídia, ela entende sua luta, mas traz pra nós uma visão mais ampliada da ideia de merecimento. Ouvi-la pode nos ajudar a repensar nosso discurso, nosso comportamento e também a virar a dobradiça para o lado que desejamos.

Dicas do episódio: 

Silvana Cotrim: 

Livro Kindred- Octavia Butler

Série Netflix: Afronta!

Eduardo Gama:

Livro Discurso Sobre o Colonialismo - Aimé Césaire

Julio Scarpati:

Série Netflix: 3%

Nas redes Sociais:

Silvana Cotrim: 

@cotrim.silvana

Nosso Podcast:

@podcastpretoebranco no Instagram.

Canal e página Podcast Preto e Branco no Youtube e no Facebook.

Lembrem-se da nossa campanha de crowdfunding no Catarse. Contamos com você.

catarse.me/podcastpretoebranco

23: Existe indignação na esperança? Aprendendo sobre a coragem de agir!

23: Existe indignação na esperança? Aprendendo sobre a coragem de agir!

October 19, 2020

Estamos vivendo um momento de nossa política republicana no qual somos bombardeados por notícias que, se por um lado nos deixam atordoados, por outro nos dão a sensação de que uma nova normalidade, baseada numa ética deturpada quando comparada àquela necessária para a convivência humana saudável, se agiganta e se instala,  produzindo em muitos de nós uma sensação parecida com a de derrota.

Nestes tempos mais difíceis é que vozes de sabedoria se fazem ainda mais necessárias. Há, sim, outras formas de convivência, e é legítimo nos indignarmos frente às estruturas que já há muito tempo imperam e que não respondem às necessidades de um planeta diverso, porém limitado. Indignação é motor, que empurra para outras realidades que só se concretizam na ação.

Por isso este episódio é tão necessário. Leonardo Boff é uma voz que ecoa uma mensagem de transformação. Uma voz que desde a década de 1970 tem, nas asas da Teologia da Libertação, inspirado novos fazeres políticos e alimentado a criação de movimentos sociais que, vivos e atuantes ainda hoje, são necessários no enfrentamento de forças que se organizam numa lógica de acumulação, exploração e individualismo. 

Numa conversa acolhedora e cheia de um conteúdo que promove esperança, o Prof. Leonardo Boff, um intelectual que fala ao coração, deixa claro os caminhos que podemos e devemos percorrer, juntos, para transformar nossa esperança em realidade.

Esperamos que você se inspire com este episódio tanto quanto a gente. E que ele te ajude com a energia que gera movimento e ação, energia necessária e fundamental para a construção de uma convivência planetária mais solidária e fraterna. Nas palavras do Prof. Leonardo Boff, fratelli tutti - todos irmãos.

 

Dicas do episódio (todas do Prof. Boff)

Todos os livros são de autoria de Leonardo Boff.

Livro Cuidar da Terra, Salvar a Vida: como evitar o fim do mundo.

Livro Brasil: Concluir a refundação ou prolongar a dependência?

Livro Covid-19. A Mãe Terra contra-ataca a Humanidade. Advertências da Pandemia.

Livro Ecologia. Grito da Terra, Grito dos Pobres.

 

Nosso podcast:

@podcastpretoebranco no Instagram.

Canal e página Podcast Preto e Branco no Youtube e no Facebook.

Lembrem-se da nossa campanha de crowdfunding no Catarse. Contamos com você.

catarse.me/podcastpretoebranco

 

Podbean App

Play this podcast on Podbean App